Telefone: (84) 3412-4414 | WhatsApp: (84) 99802-2547

Atos contra corte na educação são registrados em mais de 100 cidades


Postado em 31 de Maio de 2019 - 5:45h

Ao menos 100 cidades em 22 Estados e o DF registram atos nesta quinta-feira (30)contra os cortes na Educação anunciados pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, convocados pela UNE (União Nacional dos Estudantes) e União Nacional dos Estudantes (UBE). Na manifestações do dia 15 de maio, o número de cidades passou de 200 e a UNE chegou a falar em 1 milhão e meio de participantes em todo o país.

Em São Paulo, o protesto transcorreu de forma pacífica e reuniu milhares de pessoas, nesta terça-feira (30), no Largo da Batata, tradicional ponto de concentrações populares no bairro de Pinheiros, zona oeste da cidade. Iniciado por volta das 16 horas, o ato foi acompanhado por centenas de policiais militares, que se posicionaram no entorno. Um helicóptero da PM sobrevoou a área, mas não houve registro de tumulto.

O protesto teve a adesão de estudantes, professores, aposentados, sindicalistas e militantes de diversos partidos políticos, além de curiosos, moradores e trabalhadores da região.

Muitos participantes vestiam camisas estampadas com o rosto do ex-presidente Lula, que cumpre pena por condenação em processos da Operação Lava Jato na sede da Polícia Federal, em Curitiba.

Estudante de ciências e humanidades da Universidade Federal do ABC, a jovem Amanda Guedes, de 21 anos, se mostrava satisfeita com o engajamento em prol das reivindicações.

“A pauta engloba toda a sociedade. É sensivel aos trabalhadores” frisou a estudante, que criticou o contingenciamento de recursos para as universidades federais proposto pelo Ministério da Educação.

Fonte: R7